Detalhes da Notícia

Voltar para a Página Principal

Prefeitura realiza Campanha “Não dê Esmolas, dê Oportunidade!”

A Prefeitura de Novo Horizonte, através do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) e a Associação Teshuvá (Casa Amparo), está realizando a  Campanha “Não dê Esmolas, dê Oportunidade!”.

 

O objetivo, de acordo com o pessoal envolvido, é fazer com que a população reflita e entenda sobre os malefícios de dar esmolas de forma incorreta às pessoas que vivem nas ruas ou em praças, que romperam os vínculos com seus familiares e que, na maioria das vezes, enfrentam questões sociais, como violência e desemprego, por exemplo, e acabam se submetendo ao uso de álcool e outras drogas, na tentativa de esquecer tais problemas.

 

Porque não dar esmola?

A esmola que você dá sem critérios, seja em dinheiro ou através de alimentos, cobertores, roupas, entre outros, traz várias consequências: Incentiva a pessoa a permanecer em situação de rua; Não dá oportunidades de melhoria; Alimenta o vício e a dependência química, já que na maioria das vezes o dinheiro é utilizado para comprar bebida alcoólica e outras drogas; Contribui com a violência; Dificulta o trabalho socioassistencial na busca pela melhoria das condições de vida da pessoa em situação de rua.

 

Quais os Serviços Socioassistenciais existentes?

A Prefeitura de Novo Horizonte, em parceria com a Associação Teshuvá (Padre Carlos), oferece uma rede de atendimento especializado de Proteção Social Especial às pessoas em situação de rua, como: Abordagem Social: Uma equipe composta por educadores sociais vai até às ruas e praças do município de segunda a sexta-feira, logo pela manhã. Eles abordam pessoas em situação de rua com o objetivo de conhecer melhor as histórias de cada um e oferecer ações de melhoria; Passe de Viagem: Benefício concedido pela Diretoria de Assistência Social às pessoas em situação de rua que não são da cidade e que solicitam auxílio para chegarem ao destino desejado; CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social: Equipe especializada no atendimento psicossocial às pessoas em situação de rua. Realiza acompanhamento por meio de orientações e encaminhamentos, de acordo com as necessidades de cada indivíduo; Casa Amparo:  Abrigo Institucional para adultos em situação de rua, visando a superação da violação de direitos, o resgate dos vínculos comunitários e a autonomia através de acompanhamento psicossocial na modalidade “Acolhimento”; Comunidade Terapêutica: Oferta tratamento terapêutico para dependentes químicos em regime de internação voluntária; República: Acolhimento Institucional na modalidade “República” para pessoas que concluem o tratamento terapêutico e necessitam resgatar a autonomia e os vínculos familiares ou comunitários.

 

O que fazer em cada caso: Embriaguez com desmaio e convulsão: Disque 192 (Ambulância); Comportamento agressivo, violento, prática de atos obscenos, invasão de propriedade particular, depredação de patrimônio: Disque 190 (Polícia Militar); Abordagens em Semáforos, praças, ruas e situação de mendicância: Disque (17) 3542-2846 (CREAS).

 

Diretoria de Comunicação

Mais Notícias

  • 19/06/2019

    Decisão do Tribunal impede contratação de professores e instrutores

    Apontamento do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo impede q...

    Ver notícia completa
  • 18/06/2019

    Avenida Cônego Alfredo Reith ganha sinalização de solo

    Após ser recapeada pela Prefeitura Municipal, a Avenida Cônego Al...

    Ver notícia completa
  • 18/06/2019

    Prefeitura investe em mobilidade urbana no município

    A Prefeitura Municipal de Novo Horizonte segue investindo em mobi...

    Ver notícia completa