Detalhes da Notícia

Voltar para a Página Principal

Prefeitura reinaugura Unidade Básica de Saúde Hermínio Ramazzini

A Prefeitura de Novo Horizonte, através da Secretaria Municipal de Saúde, entregou uma nova Unidade Básica de Saúde aos moradores do Jardim Santa Clara e bairros adjacentes na manhã desta quarta-feira, 31 de outubro, durante cerimônia festiva que contou com a presença de vereadores, secretários e diretores municipais, familiares do Senhor Hermínio Ramazzini que dá denominação ao local, além de convidados da administração municipal.

 

O prédio passou por reforma e adequação e, segundo a Secretária Municipal de Saúde, Marcela Girotto Troncoso, está totalmente pronto para voltar a receber os usuários. A obra, garante ela, foi realizada com recursos próprios do município, investimento na ordem de R$ R$ 109.914,39.

 

“Estamos dando uma nova cara para a saúde municipal. Adquirimos recentemente mais cinco veículos, além de um mamógrafo e um castramóvel. O nosso objetivo é melhorar cada vez mais a estrutura da saúde que atende a nossa população. Aproveito o momento para fazer um agradecimento especial a toda minha equipe e a administração municipal – prefeito Toyota e vice-prefeita Bete Baleiro – por confiarem em meu trabalho. Estou muito feliz pelo dia de hoje”, disse Marcela Girotto.

 

O prefeito Toyota, em seu discurso, agradeceu a presença de todos, e disse: É um dia muito importante para todos nós. Estamos entregando uma nova Unidade Básica de Saúde, um prédio que inclusive ganhou padrões de acessibilidade. Também ressalto o nome do Senhor Hermínio Ramazzini no imóvel. Quando cheguei aqui na cidade, isso nos anos 80, fui conversar com ele no Hospital onde era Provedor e disse que gostaria que me desse a oportunidade de fazer parte do corpo clínico da Santa Casa, o que acabou acontecendo. Além do mais, foi um grande amigo e incentivador. Tenho ótimas recordações dele”, disse o prefeito Toyota.

 

Durante a cerimônia, foi prestada uma singela homenagem aos filhos do Senhor Hermínio Ramazzini, entre eles Maria Vanessa, Celso e Tais, e aos netos Luciano e Márcio, com a leitura da biografia do homenageado. Já a benção ao local ficou por conta do Cônego Alfredo do Rio, da Igreja Matriz de São José, e do Pastor Isac, que representou o COPENO (Conselho de Pastores de Novo Horizonte).

 

Após isso, e com o descerramento da placa reinaugural, o público presente foi convidado a visitar as novas e modernas instalações da Unidade de Saúde, que com certeza continuará oferecendo um atendimento humanizado e de qualidade a quem precisa.

 

Quem foi Hermínio Ramazzini

 

Nos primeiros anos do século XX, aos 24 dias do mês de abril de 1909, na cidade de Ariranha (SP), nasce o filho dos imigrantes italianos, Ângelo Ramazzini e Maria Brighenti Ramazzini. A ele deram o nome de Hermínio. Seus olhos, azuis como o céu, falavam muito do homem que seria.

 

Posteriormente, seu pai, cujo ofício era seleiro, viria residir com a família em Monte Alto e, enfim, em Novo Horizonte, terra que “Seu” Hermínio, como ficou conhecido, adotou como sua até o fim de seus dias.

 

Com um nome que significa homem da terra e os olhos brilhantes como um céu sem nuvens, “Seu” Hermínio não conheceu empecilhos por ter cursado apenas o grupo escolar. Inteligência ágil, falante, criativo, incentivador do estudo, pouco permaneceu em sua primeira profissão: alfaiate. Logo, passaria a exercer a função de escriturário do cartório de Registro Civil de Novo Horizonte e Juiz de Paz.

 

No ano de 1932, inflamado pelo ideário constitucionalista, Hermínio Ramazzini parte para lutar por SP. A partir de então, seria também conhecido como soldado constitucionalista.

 

De volta à terra que adotara como sua, Novo Horizonte, passa a ser secretário da prefeitura, profissão que teria até se aposentar. Os olhos vibrantes, porém, sonhavam melhorias para o povo.

 

Agora casado com Annita Barbosa Ramazzini, que também, de dentro de sua casa, muito fez pelo bem das pessoas, teria oito filhos e dezessete netos, alguns ainda residentes na cidade.

 

Intercedendo junto ao avô da esposa, Victor Garbarino, possuidor de muitas terras na Novo Horizonte que ajudou a fundar, este doou os terrenos para a Santa Casa de Misericórdia e para o primeiro prédio da Escola Estadual Francisco Álvares Florence.

A partir de então, ninguém mais segurou o “Seu” Ramazzini.

 

Foi um dos fundadores e Provedor da Santa Casa (até se afastar por questões de saúde aos 83 anos). Foi também um dos fundadores da Cooperativa dos Agricultores, bem como do Asilo São Vicente de Paula. E ainda como provedor da Santa Casa, conseguiu, junto com outros cidadãos dedicados ao povo de Novo Horizonte, que esta se tornasse Hospital São José e Maternidade Nossa Senhora Aparecida.

 

Missão cumprida, lúcido até os últimos minutos de sua vida, numa tarde de novembro de 1994, ele volta, com 85 anos, aos braços do Senhor. E como diria Paulo (2 Timóteo 4:6-8), com a certeza de ter combatido o bom combate, acabado a carreira e guardado a fé.

 

Diretoria de Comunicação

Mais Notícias

  • 16/11/2018

    40 caminhões com entulhos são retirados do Jardim São Vicente

    Quarenta caminhões com restos de materiais de construção, madeira...

    Ver notícia completa
  • 16/11/2018

    Construtora JOLI será a responsável pela construção de CIT e sanitários na Praça da Fonte

    A Prefeitura de Novo Horizonte, através da Divisão de Licitações ...

    Ver notícia completa
  • 14/11/2018

    Campanha de combate ao escorpião começou no Jardim São Vicente

    A Secretaria Municipal de Saúde de Novo Horizonte iniciou na quin...

    Ver notícia completa